Vinho e chocolate fazem bem para o cérebro!



Se você sempre usa alguma desculpa para tomar uma tacinha de vinho e comer chocolate sem culpa, temos uma boa notícia para você.

Um estudo recente investigou os benefícios do vinho tinto e do chocolate amargo para o cérebro. E descobriu que comê-los todos os dias pode ajudar essa parte do corpo.

Nada como um pedaço de chocolate para alegrar a alma e uma taça de vinho para aquecer o corpo. O conteúdo de compostos fenólicos, como o resveratrol, antocianinas e outros flavonoides que fazem parte da composição desses dois ativos, tem um alto poder de antioxidantes que são benéficos para a capacidade cognitiva: Que pode melhorar a atenção, velocidade de pensamento, memória de trabalho e fluência verbal.

Cientistas da Northumbria University constataram que a combinação entre chocolate e vinho tinto faz bem para a mente. Segundo os pesquisadores, por serem ricos em polifenóis, a combinação dos dois alimentos ajuda a dilatar as veias, facilitando o suplemento de sangue ao cérebro, como divulgado no jornal britânico Daily Mail.

De acordo com os pesquisadores, o aumento do fluxo sanguíneo no cérebro leva açucares e oxigênio ao órgão, tornando mais fácil e rápida a realização de cálculos complexos. Emma Wightman, líder da pesquisa, destacou que os efeitos são melhores percebidos em pessoas mais velhas, cujo fluxo sanguíneo cerebral tende a diminuir naturalmente.

Durante a pesquisa, voluntários tomaram cápsulas de resveratrol, um ingrediente poderoso do vinho tinto e tiveram seus cérebros escaneados. “Estudos mostram que o resveratrol só traz benefícios e não tem contraindicações, podendo ser ingerido em forma de suplementos”, contou Emma ao jornal britânico. Crystal Haskell, supervisora da pesquisa, realizou testes com voluntários, substituindo o resveratrol pelos polifenóis do chocolate, e constatou que o doce é capaz de retardar o cansaço cerebral após exercícios matemáticos intensos. Assim, a combinação de vinho tinto e chocolate se torna ainda mais efetiva para a saúde mental.

Em outra pesquisa feita na University of L’Aquila na Itália. Eles apontaram que “A ingestão regular de cacau e chocolate pode realmente fornecer efeitos benéficos sobre o funcionamento cognitivo ao longo do tempo”, disseram Valentina Socci e Michele Ferrara, autoras da revisão que foi publicada na revista Frontiers in Nutrition.

Os benefícios do chocolate para o cérebro vêm dos flavonóis de cacau – composto do chocolate amargo que também é encontrado em maçãs, peras e nas uvas. Os cientistas analisaram pessoas idosas que consumiam chocolate regularmente. Em alguns casos, isso ocorreu ao longo de três meses. Eles descobriram que o chocolate ajudou a evitar um declínio na memória.

“Se você observar o mecanismo subjacente, os flavonóis do cacau têm efeitos benéficos para a saúde cardiovascular e podem aumentar o volume sanguíneo cerebral do hipocampo. Essa estrutura é particularmente afetada pelo envelhecimento e, portanto, a fonte potencial de declínio da memória relacionada à idade em humanos”, disseram os autores.

O vinho tinto e o chocolate amargo são importante para circulação, coração, pele, estimulante, entre outras vantagens como alimento. Em vários livros de nutrição e em várias outras pesquisas cientificas eles são incluídos como exemplo de alimento funcional. Lembrando sempre que o seu consumo como o de qualquer outro alimento deve ser acompanhado por profissionais da saúde e tudo em equilíbrio é claro.



FONTE: https://jornaldebrasilia.com.br/estilo-de-vida/prazeres-vinho/vinho-e-chocolate/

5 visualizações0 comentário